Jaime

Acordei com um uivo, arrastado, feroz! Saltei na cama, com o coração aos pulos. Na escuridão, procurei o interruptor do abajur. Não acendeu… deixei cair a mão para fora da roupa, em direcção ao chão e chegada aí, palpei até encontrar uma velha lanterna metálica.

Os gritos eram cada vez mais altos, as persianas batiam furiosamente e o meu corpo todo tremia.  Agarrei-a com força, para iluminar  o quarto e me  defender dos perigos que poderiam esperar-me.

De lanterna em punho, braço esticado, pronta a lutar, avancei, com o ranger do soalho sob os meus pés descalços. Dirigi-me ao interruptor do candeeiro do tecto. Toquei-lhe uma vez… nada!

Nesse momento tudo estalou ruidosamente, como se o meu atrevimento em alcançar a luz enfurecesse os demónios que ali rondavam… petrifiquei encostada à parede.

Apontando em todas as direcções, quase o podia ver, fantasmagórico, bailando na minha frente, assumindo formas… maltratando a madeira até a fazer gemer. Não sei por onde entrava o vento, mas posso jurar que o sentia a arrepiar-me a pele, fazendo esvoaçar a camisa de alças que me descia até quase aos joelhos.

Num segundo, tudo se iluminou, revelando sombras nas paredes, para logo em seguida voltar à penumbra, quebrada apenas pela luz fraca que me saía da mão. Nesse preciso momento, a porta começou a ceder. Os ruídos todos se misturavam, o uivo do vento, o bater furioso da janela, o ranger da porta, os meus ossos a tremerem… e agora um gemido, fraco, dorido, como se fosse uma criança…

“Quem está aí?” Gritei. Como resposta, apenas a porta a continuar a abrir. Senti as pernas vacilarem… escorreguei encostada à parede até chegar ao chão.

“Quem está aí? Responda!” Nada… apenas o meu eco, os ruídos… apenas eu enlouquecida, vulnerável… vencida! A lanterna caiu-me da mão e rolou para fora do meu alcance… ficando na minha frente, apontado a porta já aberta. Revelando aquelas 2 luzes, paradas na porta… 2 faróis…

No instante seguinte, que me pareceu uma eternidade, percebi finalmente quem me assombrava… podia nessa altura distingui-lo. Era o Jaime… o meu gato… preto!!!

 

 

36 thoughts on “Jaime

  1. Que queres que te diga… voltaste a faze-lo…
    Gosto da forma como as tuas palavras deixam que as vistamos… está muito engraçado o texto…
    Se eu tivesse um gato desses acho que o matava, e seria em legitima defesa, porque depois de um cagaço desses… isso foi uma tentativa de homicidio…

  2. Cdesag,

    Hum… quem tenta matar quem?
    Acho que ambos tinhamos medo… eu tremia e perguntava quem estava ali… ele… miava… nunca ouviste gatos a miar, que parecem crianças?

  3. É irresistível… Deixas-me com a respiração suspensa, a boca arredondada no 0 e aquela leitura sofrega de um desfecho, atropelando as palavras e saboreando-lhes as curvas que não deixam antever o final. Gosto de ler-te.

    E eu também tenho um, sei bem… Preto😉

  4. HAHAHA!
    Essa história fez.me lembrar uma que vivenciei no inicio deste ano, mas em relação a uma lagartixa que teimava em esconder.se na casa de banho. E quem me conhece sabe que eu ODEIO lagartixas… não é medo… é um bixo que me faz impressão.
    Estava de noite e eu lembrei.me de ir à casa de banho e no caminho ocorreu.me da existencia da tal lagartixa que achava que a casa de banho era dela. Desta forma, antes de entrar no wc, estiquei o bracinho, acendi a luz. Olhei para ver se a louca não estava por perto e entrei, descansada. Nem sinal da dita cuja. Uffa!
    Fiz o meu xixi e já quando me estava a levantar eis que sinto algo a cair no meu pescoço. Levantei.me num susto e saio a correr disparada da casa de banho, a tentar em vão subir as cuecas ao mesmo tempo que lutava contra sei lá o que. A luta foi feia e quando finalmente consigo desvencilhar.me, percebo então que estava lutar contra o elástico que me caio do cabelo. O pior de tudo é que nessa noite mal dormi com o susto que apanhei e a lagartixa nem sinal dela… até hoje.
    hehe

  5. S,

    oh… obgrigada!

    Hum… tb gostas de gatos e pretos… (são lindos!)

    Mas eu não tenho… tive… será que esta informação era importante para o final???😉

    Beijinhos!

  6. Ana,

    Que boas gargalhadas me proporcionaste agora!
    Isso é o tipo de coisas que faço… e tb partilho a aversão aos repteis… brrrrr!!!
    Mas agora devo dizer que realmente tive um gato preto… Jaime… TIVE!!!

    Beijinhos e bons sonhos!😉

  7. hehe!
    Mas fiquei com traumas por causa da maldita lagartixa. Depois desse acontecimento, antes de entrar na casa de banho, faço sempre uma vesturia completa atrás dos armários, não va a gaja resolver aparecer outra vez.
    E mais recentemente tive duas noites sem conseguir dormir nas condições devido a barulhos suspeitos vindos do corredor. Mais tarde vim a saber que aqueles barulhos vinham de um ambientador electrico. A minha mãe e as ideias dela! E os barulhos que eu ouvia eram os jactos de cheiro disparados. Enfim, tenho um vasto numero de sustos disparatados no meu curriculo😛

    Quanto ao barzinho em armação, quem sabe lá se um dia não vamos lá juntas upa upa!

  8. Ana,
    😀
    hehehe!!!

    Esta tua continuação de história, tb é deliciosa…

    Sabe-se lá, tlv me contes uns desses sustos a caminho do bar e imediatamente antes de entrarmos, numa esquina escura, alguma coisa ou alguém me agarra o braço… assusto-me e viro-me pronta para a luta… que termina cmg a espancar o segurança… :S
    Pois… no fim era só para me dar o cartão de consumo…

    Eu sou mt distraida, completamente avoada, assusto-me com a maior das facilidades… e tenho uma imaginação mt fértil… passo a vida assustada!

    Beijinhos

  9. Tadinho do Jaime…acho que ele se calhar estava ainda com mais medo que tu!!!!

    Beijocas e quem sabe a gente se vê por aí!

    Fica bem e escreve muito para eu ter coisas lindas para ler quando chegar😀

  10. HAHAHA!
    Estou a ver que temos algo em comum… e no escuro a mente prega partidas. Já te estou a ver a espancar o segurança e eu mesmo antes de me aperceber de quem se trata, ajudo à festa.

    Distraidas e assustadas…

    Mas corajosas!! hehe

  11. Carracinha Linda,

    O Jaime era mesmo mt lindo!
    Certamente era por estar assustado que “gemia”!

    Quem sabe!
    Tem umas boas férias, 15 dias é o suficiente para eu escrever mt, já ser lindo… tenho sérias duvidas!😀

    Beijocas!

    Ana,

    Parece que sim, além de sermos as 2 desbocadas… ops… não devia dizer isto, saiu-me!

    Mas mt mt corajosas… além do mais, acho que fisicamente tb temos coisas em comum. Acho que és altíssima como eu!
    Do alto do meu 1.57m nada me mete medo!😀

    beijinhos.

  12. Elza,
    😀
    Isso mesmo… a ideia foi essa, parabéns pela dedução! Esta é uma estória para sexta-feira 13!!!😀

    Beijinhos!

  13. Ana,
    😀
    Por falar em disparates lembrei-me dum.
    No meu B.I. (primeiro com o tamanho que tenho hj) media 1.57m, a minha altura real. Agora lá só diz 1.55m!
    “Encolheste?” – perguntas tu.
    Não, foi mt mais giro, eu insisti que o Sr. que me aceitou os papéis para renovação que me medisse, para o caso de tal como sonhava ter crescido um cadito.
    Ele não queria e eu insistia… pois bem, qd finalmente acedeu ao meu pedido, exigiu que me descalçasse. Até aí tudo bem.
    Subi para a mini plataforma de madeira, onde estava aquela régua tb de madeira e em cima o que encostava na cabeça, tb madeira!
    Como eu não sou nada chata e não irritei a criatura, ele não me deixou cair a tábua na cabeça, eu não me encolhi e ele não refez o meu B.I. com 1.55m de altura!!! :S
    Moral da história, nunca mais me atrevo a chatear uma indivíduo daqueles pra me medir, não vá dar-se o caso de eu oficialmente voltar a encolher!

  14. Amiga, essa faz-me lembrar uma noite na minha infância!
    Só que, ao contrário de ti, eu pensava que era o gato…em cima da cama…
    …mas era um tremor de terra!

    Beijinhos

    Fa-

  15. Fiquei a modos que… pasmado… com o final… estava á espera de uma bruxa de cutelo na mão… eheheheh… mais uma vez gostei de ler.

    Beijinhos no coração.

  16. Jefferson,
    🙂 pois é, fui recordar o teu texto e a barata!😀

    Beijo.

    João Marinheiro,

    Os gatos são criaturas de mtas dimensões, os pretos então, e numa sexta-feira 13… ui…

    Beijo.

    Fa,

    :S Bolas! Antes o gato que um tremor de terra. Mas bom mesmo é dormir um soninho descansado!🙂

    Beijinhos.

    Wolfhunter,

    Beijinhos meus para ti, onde quer que estejas hoje, longe ou perto!

    Marta (outra..sem confusões),
    🙂 Olá Marta outra, passarei hoje ou amanhã por aí! Obrigada!🙂
    Qt ao gato… piada não tem, mas o bichano tb estava com medo… tadinho!!! Não podes mal tratar os animais.😀

    Beijinhoooooosssssssssssss

    Xanusca,

    Pois devia… nestes dias é sempre o mesmo… mas enfim, em plena madrugada esquecemos mtas coisas!😉

    Beijinhos.

    Gk,

    Obrigada! Menos…😀
    Boa semana tb.

    Beijinhos.

    Viriato,

    A modos que a bruxa e o cutelo iam matar-me de susto, e eu estou ainda mt chavalita para um fim desses!!! Fiquei-me pelo gatito!😀

    Beijinhos

  17. Ola querida,

    Ja li este post nao sei quantas vezes mas não o tinha comentado. Gosto da forma como descreves sempre as cenas, os sentimentos… Gosto de ser invadida por esses sentimentos e personificar as tuas cenas.

    Amiga sabes que estou smp contigo também, mesmo que falemos pouco, sabemos que contaremos sempre uma com a outra. Sabes que há sempre leite e bolo no frigorifico.

    Beijinho grande e um abraço apertado

  18. Cátia,
    🙂
    Claro que sei!
    Quando preciso vou lá, umas vezes espero que me sirvas, outras peço!
    Sei (espero) que fazes o mesmo, por isso não é preciso mtas palavras!😉

    Beijinhos e aquele abraço!

  19. Linda, passo para te deixar muitos beijinhos e os votos de um optimo dia. A tua primota anda um pouco atarefada estes dias e por isso as visitas menos frequentes, mas estás sempre no coração.

    Deixo-te aqui um recado, a tua primota anda já a preparar o voo… Falou com a orientadora e que irá “orientar” da melhor forma e com os alguns contactos. Veremos…

    Espero que os teus voos estejam mais controlados, que não haja muito vento por aí.
    Beijinhos grandes e um abraço apertadinho

  20. Marta (outra..sem confusões),

    Hummm…😀
    Imagino que não… hummm…😉

    Beijinhos

    Ana,

    Eu tento acreditar nisso… espero que a tua o seja!

    Beijinhos e bom dia!

    Cátia,

    Que bommmmmmm!!!😀
    Fico mesmo mt contente por isso! Mesmo que não corra bem de imediato, mesmo que demore o seu tempo, o simples facto de estares a esticar as asas, treinar o voo e preparares-te para a viagem já é um começo mt mt bom! Não desanimes, luta… tlv até seja mais fácil do que imaginas e se não for, certamente terás gente para te ajudar com um abraço e um carinho.
    Sei que terás. Conheço uma pessoa!😉
    Tou a torcer por ti!
    Bons voos!🙂

    Eu vou andando, os ventos ainda não mudaram, mas ainda não são estes que me derrubam! São fortes, contrários, mas eu já tenho alguma experiência de voo e vou conseguindo de alguma forma fintá-los… tou cansada é certo, tou sem energia, mas sei que está para mudar o vento e eu vou aguentar… sei que vou!

    Beijinho grande e aquele abraço!

  21. Mina,
    🙂 coisas terríveis podem acontecer nas madrugadas… ou tlv não, podem ser só uns bichanos!
    boa semana!

    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s