Desafio

A Carracinha Linda desafiou e eu não resisti. Nada de muito complicado, pelo contrário, bem simples. Passo a explicar:

1. Pegar no livro mais próximo;
2. Abrir na página 161;
3. Procurar a 5ª frase completa;
4. Colocar a frase no blog;
5. Não escolher a melhor frase nem o melhor livro (usar o mais próximo);
6. Passar o desafio a cinco pessoas.

Concluída que está a explicação, dirijo-me agora à estante aqui ao lado (confesso, não estou a ler nada de momento, logo, nada que esteja à mão. Mas como isto é um “apertamento”, não há nada que esteja longe).
O livro já está comigo. Foi fácil, é o que mais tenho tocado, para ver em que estado está a minha tulipa… está linda, seca e perfeita! Mas está na página 229… não serve, tenho que recuar umas quantas.
Cá estamos nós… página 161. Procuro a 5ª frase completa… que raio, tenho poucas memórias já das aulas de Português… mas parece-me que é uma frase.

“Matthias correspondeu.” – Linda esta frase não é? Ou isto nem chega a ser frase? Seja como for eu acho que é, e a chafarica é minha!

Querem saber a que foi que Matthias correspondeu? Querem? Estão no vosso direito. Basta que leiam o livro, chama-se “A praia roubada” e é da autoria de Joanne Harris. Eu adorei!

Está chegada a altura mais difícil. Passar o desafio. E aqui estão os felizes contemplados:

Cátia
Ana Plim
Cdesag
Patrícia
Fontez

Pronto. Desafio cumprido.
Agora apetece-me perguntar. Alguém quer arriscar a que terá Matthias correspondido?

Ah! Pois, não querem… 

41 thoughts on “Desafio

  1. LOL

    Ora pois que, como menina obediente que sou, peguei no livro mais proximo… Trata.se de uma versão muito antigaaaaaaaaa de O Crime do Padre Amaro de Eça de Queiroz.

    Abri na página 161, como ditam as regras e eis que a 5ª frase completa é a seguinte…

    *Momento de afinar a voz*

    “E ouvira tantas vezes exclamar: Se voce não fosse um raquítico, quebrava.lhe os ossos!”

    Quanto à tua pergunta, a primeira coisa que me ocorreu foi um beijo. Matthias correspondeu ao beijo.
    (Será por eu estar carentiiii?)

    Vá, mais um chocolate!
    😀

  2. Ana,
    😀
    Deve ser o chocolate que te turva as ideias… não foi a um beijo… temos pena!

    Qt à “tua” frase, excelente, rendeu-me uma boa gargalhada! Vou ver se decoro, nunca se sabe qd precisarei dela.😀

    Beijocas!

  3. HAHAHA!😀

    Oh! Então, mas um dia destes revelas a resposta, sim?
    Fiquei curiosa…

    É verdade, de facto, é uma frase que pode servir muito bem em qualquer situação de alto risco. Óptima para afugentar assaltantes (Ai em Lisboa upa upa…) ou até mesmo para mandar calar o “projecto de namorado” na altura em que se armar em parvo.

    *Neste momento estou a imaginar.me a soltar uma frase destas no meio de uma discussão…*

  4. Ana,

    Prometo que digo um dia destes!🙂

    Lx… arredores, arredores!😉
    Eu imaginei que alguém, maior do que eu (coisa difícil😀 ), queria andar à pancada… e eu acagaçada… dizia a frase como se não o/a quisesse magoar!😉

    Qt ao que tu imaginaste… a do projecto😀 pagava para ver!😉

    Beijinhos.

  5. Hehe!

    Realamente havia de ser um momento bonito. Tu, do teu 1.55m (a dar.lhe pro 56! é sempre bom dizer isto, mesmo que não seja verdade… 1cm faz toda a diferença!) de dedinho espetado, sempre delicada, dizeres: “Olhe, se voce não fosse um(a) raquítico(a), quebrava.lhe os ossos! tá a perceber? Mas assim pronto, deixo.o(a) ir à sua vidinha deprimente…”

  6. Quanto ao “projecto”… sim havia de ser outro momento bonito😛

    *Obviamente onde se lê: “momento bonito”, deve ler.se: momento bonito!
    😀
    lol

  7. Ana,
    😦 Mentes escandalosamente!!!
    1.55m a dar para o 56???
    HIIII
    Se não fosses uma raquítica, acabava-te com os ossos! (uma piquena adaptação😀 )
    1.57m faxavori!!!
    Pq se 1 cm é importante, dois é mais ainda!!!😉
    Já o resto da cena está linda, nem eu diria melhor!😀

    Qt ao momento bonito, não duvido nem por segundos, de que seria um momento a ler “momento bonito”!

    Divertes-me Plim!!! LOL

    Beijo.

  8. haha!
    Sorry Marta… realmente 2cm fazem TODAAA a diferença, oras! (estava.te a confundir comigo hehe)

    E não é “acabava-te com os ossos” é “quebrava-lhe os ossos”

    ai, ai😛

    Em relação à cena, imagina a ironia do destino, que acabei de representá.la e olha que me sai muito bem!
    Dada a minha brilhante actuação (ai qui sustu!)… o “raquítico” foi prender o burro…. oh possas!
    😀

    Beijinho

  9. Ana,
    😀
    Pois faz! E é mesmo acabava-te… adaptei!😛

    Ironia do destino, pois pois.😉 Não duvido que tenhas sido brilhante! Qt ao “raquítico”… oh pá! Tadito! Quem prende o burro, tem sempre o trabalho extra de o desprender!😉

    (Ai qui sustu… pensei outra coisa😀 )

    Beijinhos!

  10. Interessante desafio linda…Já tinha visto algures…!

    Bem, aqui vai a resposta ao repto lançado:
    “De qualquer modo, foi assim que eu e o Kizuki crescemos juntos, de mãos dadas, um par inseparável.”
    (Haruki Murakami, Norwegian Wood)

    bj dear.

  11. São neste momento 04:09 da manha e eu tive a ler pela milésima vez a nossa conversa maluca e não pude conter a gargalhada… isto “realamente” cada vez tá pioriii!

    Quanto ao “ai qui sustu” eu prefiro não imaginar no que possas ter pensado. Mas olha, vou dormir sob o assunto e amanha quero uma explicação que em nada se assemelhe a um qualquer video didáctico do youtube, understandiiii?😛

    Beijinhooooooooos!!
    (Já deves tar no quinto sono)

  12. Fontez,

    É provavel. 🙂 ouve lá, tu andas mt oriental, Kizuki? Estou a ver de onde aparece o Taiki.
    Agora desculpa lá a ignorância, mas qual é o nome do livro e qual é o nome do autor? eu diria que o 1º é o livro e o segundo o autor, mas… nunca se sabe…

    Beijo.

    Elza,
    🙂 Faz!

    Beijo.

    Ana,
    😀 lol
    “Realamente” isto está piori ou milhori, depende do ponto de vista!😉
    Mas menina Plim, esses seus horários… hum… é claro que a essa hora eu estava no 5º sono, pouco depois disso levantei-me.😦
    Moi? Imaginar coisas? “ai qui sustu”, eu lá sei o que é isso do iutubi…

    Beijinhos e uma boa tarde! Ah pois, não acredito que acordes de manhã!😉

  13. Ola primota,

    As conversas andam lindas por aqui sim… eu “ausento-me” por uns dias e isto cai logo na bandalheira… Não vos posso deixar sozinhas… puff..😛 Já me fartei de rir… mas pronto, nao digas nada a Ana senao ela ainda continua… Estou a dizer-te agora porque sei que dorme. Claro que aquela hora ja estavamos a dormir, gente trabalhadeira, é o que é..

    Quanto ao desafio, adorei a frase, uma frase perfeita… Claro que o mathias andava a tareia (ou algo parecido) e correspondeu… Que violenta que eu sou.. 😛

    Quanto ao desafio, irei escrever la no meu cantinho… Desafio aceite.
    Beijinhos grandes pa ti e tem um bom diaaaa.

    ps- Espero que as lulas com bacon (que nao é carne😛 ) estivessem boas.

  14. Cátia,

    Bom dia primota!
    Começo pelo fim, as lulas com bacon, estavam deliciosas. Se não acreditas pergunta a quem as comeu cmg, e que não se importou nada de bacon ser ou não carne. Deixa lá, para ti fazia com presunto!😀 hahaha ou quiça uma tosta mista!

    … Matthias andava tanto à tareia, como aos beijos. É interessante, a mais calma, que diz que isto sem ela fica bandalheira, fala em tareia, a mais desvairada(podemos dizer isto, pq a Plim, dorme, tal como brilhantemente referes) fala em beijos… pois é, aparências!😉

    A Plim não tem vergonha, é o que é, vem para aqui, às tantas da manhã, como se nós cá estivéssemos… nós, que acordamos de madrugada… pufff… a Plim é má!😀

    Fico à espera de ver a tua frase por lá!
    Tem um bom dia, está quasiiiiiiii! é já amanhã!😀

    Gosto de te ver, sempre, mas nestes casos de conversas “educativas” (falta-me palavra melhor :S ), fica sempre mais interessante a 3!😉

    Beijooooooooossssssssssssssssssssss

  15. Marta,

    Obrigada pela resposta ao desafio. Fiquei curiosa quanto ao que o Matthias correspondeu…sei lá o que terá sido. Não foram beijos…não andava á tareia… Na volta perguntaram-lhe se ele queria um copo de água ou um café e ele aceitou.

    Agora podias era desvendar o mistério, para não ficarmos na ignorância!!!!

    Beijocas

  16. Carracinha Linda,

    Pois podia, e vou desvendar… mas não agora!!!😛

    Matthias não queria água, nem café, mas SÓ, pq era um parolo… eu cá quero! Vou ali e já volto!🙂

    Beijocas.

    (eh.. nada de conclusões precipitadas, lá por eu querer o café, não quer dizer que não sou parola!)

  17. 🙂
    No oriente existem maravilhas que o ocidente ignora!
    De onde vem Taiki? É do oriente sim, de onde especificamente…Hummm…hei-de descobrir…

    “De qualquer modo, foi assim que eu e o Kizuki crescemos juntos, de mãos dadas, um par inseparável.”
    (autor: Haruki Murakami, nome do livro: Norwegian Wood)

    É um livro bom, bom mesmo.O autor dispensa elogios pois já levou chuva deles!🙂

  18. 😀

    Quem é que comeu para alem de ti? Olha que eu vou perguntar a vizinha… bem… Aceito entao um tosta mista sem fiambre e sem queijo, ta?

    Não tenhas receio que achemos que não és parola… a não ser que seja alguem que nao te conheça… Como poderiamos deixar de pensar isso de ti? 😛

    Tenho saudades destas conversas parolas sim, mas por agora é o que se pode…

    Beijooooooooooosssssssss

  19. Taiki, é um nome que me fascina…pq? hei-de descobrir🙂
    carpe diem linda…

    P.S. Ainda pensei que tu fosses meter uma frase do livro “A Ilha”…🙂

  20. Fontez,

    Até corei… o autor pelo que dizes é talentoso e famoso. :S E eu ignorante não conhecia! Ai ai!
    Quanto às maravilhas do oriente, tb é matéria que desconheço, mas acredito!

    Não escolhi nenhuma frase de “A ilha”, pq o livro já viajou até Braga. Está lá à tua espera. Obrigada! Devolvi, pq não consegui ler nas férias como tinha dito e não queria estar mais tempo com ele sem o ler. Podes querer reler ou emprestar a alguém que leia mais que eu. Além do que, acreditando no que dizes e no que li sobre ele, é um livro a comprar em breve!🙂

    Beijo.

    Primota,

    Tu esticas-te e é assim que mais gosto de ti…😉
    Vejamos, se as conversas são parolas, é pq tu e a Plim fazem por isso, eu estou sempre a elevar o nível(hiiiii)😀

    Parola eu… só quem pode dizer isso sou eu… Dhaaaaa! Má!

    Só te perdoo pq a parolice é de família!😉

    O jantar foi… hummmm… mas sim pergunta à vizinha que ela deve ter controlado a hora de entrada. Ou ela ou o filho! Ali nada escapa!

    SAI UMA TOSTA MISTA DAS ESPECIAIS!!!

    Beijokitas linda!

  21. Parola?! naaaaaa.. deves ter percebido mal… estavas a entrar dentro de algum tunel e percebeste mal o que te disse…

    Envia lá a tosta que é quase hora de almoço e não tenho tempo de ir comer umas lulas daquelas especiais…😛

    beijooooooos

  22. eiiiiiiiiiiii
    foi a minha prenda dos teus anos!!!!! eiiiihh…
    assim não…! Não vale…!😦
    Eu tinha dito…que era a tua prenda…!
    (ou será que não sou alguém que possa oferecer prendas aos amigos? Ou será que não sou amigo? Ou…? Ou…? Ou porrada de “ous”…?)

    Bem, não sou eu que decido as “aceitações”, claro…!🙂

    Carpe diem dear e bom almoço!

  23. Tinham saudades minhas?
    Já ca estou não chorem mais…😛

    Deitei.me aquela hora, porque enquanto voces dormem, eu discuto a “ralação”… o que é sempre muito interessante de se fazer. Especialmente às tres da manha! hehe

    O que é certo, é que por castigo (ou não…), hoje acordei com uma dor abdominal muito forte… agora a gaja tá calma, mas mais tarde vou ter de visitar o Sr. Doutor.
    É o que dá ter uma pedra alojada nos rins que teima em não querer sair… aim =S

    Beijinhos!

  24. Cátia,
    😀 Deve ser isso, um túnel! Que coisa, onde quer que te ouça, é só túneis…

    A tosta já vai a caminho, as lulas, temos pena…😉

    Beijocas

    Fontez,

    Peço imensa desculpa, mas não foi isso que entendi na altura. E tens para ai “ou’s” a mais.😉

    A gente depois fala sobre isso, tá bem assim?

    Beijo.

    Plim,Plim,Plim,

    Ninguém chorou, apenas ficámos a lamentar o teu horário difícil… e até te elogiámos bastante, pena que não pudesses ouvir!😀

    Essa porra do discutir a “ralação” a essas horas, parece insónia… tlv pesadelo…

    :S Isso da pedra é que era dispensável. Deve dar umas dores danadas… não eram essas dores que já tinhas algures no fds?
    Põe-te bem (como diria alguém, tive o cuidado de não te dizer para te pores boa!)

    Beijinhos e fica bem!

  25. Opa se queres ver terror na cara de um homem experimenta dizer.lhe ” hoje vamos tirar uma hora da nossa noite para discutirmos a “ralação”!”

    E pronto, é tiro e queda. A pessoa começa a ficar nervosa. A urticaria a dar sinal de si.😀

    (Dicas de como enervar um homem ou mais depressa o levar à loucura by Plim.)

    Fui elogiada?
    Pronto, parola é bonito… mas o croma é mais fofinho!😛

    Quanto à dor. Agora to bem… mas a gaja é manhosa… vai e vem quando bem lhe apetece. E quando resolve aparecer, a Plim fica atirada pra um canto da casa sem se poder mexer…

  26. Olá Marta,

    Obrigada pelo desafio, está desde já aceite :p

    Quanto à tua frase é muito interessante, eheh… Até estou para ver a que me vai sair na rifa, eh😉

    Quanto ao que Matthias correspondeu, já vi aí algumas hipóteses falhadas… E também não me vem nenhuma à cabeça :S
    Vá, vais ter mesmo que revelar😉

    Beijocas

  27. Ana,
    🙂 O veneno servido em pequenas doses, por Ana Plim! LOL (os raquíticos tremem só de ouvir o teu nome!)

    O parola até era eu, mas se tb queres… tás na boa😀 tu tb és parola e croma sem duvida!😉

    As melhoras e beijocas.

    R. Filgueira,
    🙂 Tanto os desafios como as nomeações, são um pouco isso sim. No entanto, são por xs tb uma forma de se conhecer melhor ou ver o que nos querem mostrar os que estão do outro lado… aqueles com quem falamos e que nunca vimos. Embora não seja especial fã deste tipo de post, pq tem pouco de criativo, tb não desgosto de todo.

    Velha??? Ná!!! Não creio!😀

    Beijo.

  28. Patrícia,
    🙂
    Fico então a aguardar para saber o que te calha…

    O Matthias… pois… não sabes é o que é! E para já… não te digo!!!😛

    Beijocas.

  29. Não sei bem como cheguei ao teu blogue, mas achei fabuloso encontrar aqui este desafio. Na minha opinião é dos mais interessantes que já vi🙂

  30. Oh se temem!😛
    É um medinho que vem de dentro…

    O parola era pra ti? Deixa, assim fico já incluida também…😛

    A minha saudinha hoje tem estado muito em baixo, muito em baixo… e o mais giro é que apesar de me sentir uma autentica raquitica em estado vegetativo (que horror!) ainda consegui ter um momento alto no meu dia e esboçar um sorriso ao ouvir a seguinte conversa:

    “Sinceramente, prefiro ter uma filha uma vida inteira no desemprego do que drogada ou marginal!”

    Sim, foi dito pela minha mãe… não é bonito?😀

    Fiquei logo animadita.
    Até já me sinto outra😀

  31. Ana,

    Imagino o medo que os trespassa como lâminas afiadas… ui… até senti um arrepio só de imaginar!😉
    😦 Agora a sério, lamento que não estejas bem…
    E tb, embora a frase da tua mãe possa não ter sido a mais feliz, parece-me ter uma boa dose de verdade… se pensares bem, és capaz de concordar. 😉

    Por isso anima menina, esse desemprego vai terminar e podia ser bem pior…

    Beijinhos e as melhoras!

    Gk,

    Nem assim tão complicado!😉

    beijo.

  32. Parola? Tu? Claro que não! Nem tu nem as conversas! Permite-me até dizer que eu adoro ler os diálogos entre ti, a Cátia e a Plim! É impossível não ficar a sorrir com vocês!!!! Ah…e dá para ver a cumplicidade e harmonia que existe entre vocês!!! Não sei se se conhecem pessoalmente, mas se não deviam conhecer-se pois acho que seriam grandesd amigas.

    Beijo grande para vocês!

  33. Carracinha Linda,
    🙂
    Obrigada! Eu não tenho assim tanta certeza de não serem parolas, mas sei que tb me divirto muito com elas. Que bom que te divertes connosco, é sempre bom saber que em algum momento fizemos alguém sorrir. Aparece qd quiseres, são conversas publicas, disparates, memórias e invenções, como sabes…
    Sinto uma boa proximidade das duas sim, conheci primeiro a Cátia, e sinto mesmo que a conheço, falamos bastante para além do blog, por escrito e por voz, é a minha primota, mas nunca a vi, está para breve, acho! A Plim… ela chegou no fim do confesso e a proximidade começou verdadeiramente aqui no conto. Ela é uma lufada de ar fresco, uma gargalhada conjunta. Tb falo com ela extra blog, embora menos que com a Cátia, e tb nunca a vi… mas acho que acontecerá um dia. Segundo ela mesma, um dia destes vem cá para a noite Lisboeta! Eu cá a espero😀

    Sabes Carracinha, apesar de não nos vermos, já as considero amigas!

    Beijinhos para ti. Arrisco mesmo a dizer que são beijinhos das 3 para ti!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s