caça (continuação)

Enquanto subíamos no elevador, mandei-a aprontar-se. Estava na hora!
Abriu o casaco comprido, desvendando aquele metro de pernas, que até a mim, me deixaram de olhos pregados nelas, soltou os cabelos longos que trazia até ali num rolo discreto, requintado até, transformando-se de imediato numa espécie de felino selvagem. Quanto à maquilhagem suave, ordenei-lhe que permanecesse, nada de excessos, queria alguma vulgaridade, mas não a queria demasiado reles, e precisava de a manter um pouco menina, bastava carregar o batom.
Enquanto ela dava os últimos retoques, e eu não desbloqueava o elevador, idealizei a expressão dele ao vê-la… ele ía gostar… tinha que gostar!
Precisava que ela lhe agradasse… que o deixasse louco no primeiro olhar, ou isso, ou seria um fracasso… e eu não tinha a menor margem para falhar!
Saímos para o hall, deserto, como sempre o conhecera. Antes de tocar à campainha, dei-lhe as últimas instruções. Naquele tom meigo, claro e inequívoco que os anos me ensinaram a colocar.
“Espero que tenhas a noção do que pode acontecer contigo se falhares!”

 

(continua)

28 thoughts on “caça (continuação)

  1. Sendo pai, tem obrigação de preparar a vida sexual de seu filho.. “Chegou a hora de te tornares um homem”.. Tal como um dia lhe escolheu cuidadosamente a 1a bicicleta, hoje foi escolhe-la.. É preciso que ela seja vistosa o suficiente para o agradar, mas sem um aspecto reles.. A primeira vez, aquela que é marcante para todos, ela não pode falhar.. É certo que o filho tem alguns tiques estranhos, gostos duvidosos.. O pai tem receio, mas educado como antigamente, sabe que uma boa noite, tirar-lhe-a todas as idéias de diferença.. Com ele foi igual, aliás, foi pior porque não houve critério de escolha dela.. Foi assim com ele, será assim com o filho e espera que seja assim com os netos..

    Desculpa primota, a imaginação voou..

    Estou aqui perdida no teu alentejo e por cá ficarei mais um dia.. Mas as tecnologias fazem milagres..

    Beijinho grande

  2. Cátia, vou para Beja ter Contigo!
    hehehe

    Quanto ao texto, quando li a primeira parte e antes de ler a continuação… lembrei.me de um episódio que li algures num jornal, de um marido que viveu o casamento inteiro de 20 e tal anos a trair a esposa com prostitutas. Até ao dia em que se deparou com a sua filha nesse meio. E como é que ele descobriu? Quando já estava deitado numa cama à espera que lhe fizessem o “serviço”.
    Quem entrou não foi uma das mulheres a que ele já estava habituado… mas sim a própria filha.

    Quando li a segunda parte do teu texto, imaginei que, ao abrir a porta, o sujeito ia deparar.se com uma cara conhecida e iria ter um choque.

    A vida é irónica assim mesmo. Brinca connosco e quando menos esperamos levamos com um balde de água fria.
    Talvez a vida esteja só a querer acordar.nos para a realidade. Quem sabe não foi o que aconteceu com aquele pai…

    Beijinhos!!!

  3. Cátia,

    No meu Alentejo a imaginação até voa melhor, não é primota?!😀
    Se bem que o meu Alentejo é mais alto.

    Não tens que pedir desculpa, gosto muito dessa tua imaginação e gostei imenso do teu conto, ainda que seja em tudo diferente do meu, talvez até por isso.😉 Mas sim, seria uma excelente saída, mas não o fim que lhe reservo, não há pai nem filho, são apenas transações comerciais! Ou talvez não!😛

    Beijo grande! Boa estadia, bom regresso e viva a tecnologia!😉

    Fontez,

    Talvez, drama… ou novela mexicana!😀

    Beijinho manito.

    Ana,
    🙂 E eis que se descobre que a menina Plim, sobreviveu à ressaca!😛 Melhor, que já está pronta para rumar a Beja!😉

    Tenho uma ideia de ouvir ou ler essa situação que relatas e sim, podia perfeitamente ser algo desse género. Uma ironia do destino ou da vida, como se queira dizer. E parece-me que será uma ironia, mas não essa!
    Tal como disse à Cátia, não há pai nem filho… nem filha.🙂

    Uma das coisas que mais gosto ao escrever estes textos é sentir que cada um de nós cria uma história. Que cada um acrescenta uma possibilidade… uma saída, uma leitura e principalmente uma lição.

    Beijossss!

  4. LOL

    Mas ontem estive muito mal… uma má indisposição, uns enjoos… não sei o que foi isto😀
    Só eu sei o quanto dificl me foi levantar da cama e o pior de tudo é que a bebida me deu para chorar… foi uma choradeira a noite toda!

    Mas hoje já estou melhor e pronta para outra😛

  5. Ohhhh!
    Nem podia suspeitar de tal coisa. Que estranho!!!😛
    Pobre de quem te aturou… não bastava o álcool, ainda por cima a choradeira!

    Ontem, em conversa, disse que tinha o teu número.
    “E não lhe ligaste a dar os parabéns?!” – Perguntou.
    “Não, no dia era para os amigos, para a família, os que lhe são mais próximos e agora… tou a dar tempo, os dias devem ser difíceis!” – parece que não me enganei.
    No entanto, aqui fica, publico e por escrito, o meu pedido oficial de desculpas!😉

  6. Champony?! Ah, tá.

    Mas uma coisa é certa, eu não quero nem sequer ouvir falar em bebida.
    Não quero tomar conhecimento de que toda a gente se estava a divertir enquanto eu chorava copiosamente sentada no chão da praça.
    Eu não me quero lembrar do cheiro do absinto.
    Não quero nem ouvi falar que eu vomitei na escadaria da casa onde eu moro!!!
    Não me quero nem lembrar que cheguei a casa cedo a tombar pelas paredes e a minha mãe viu.me naquele estado.

    Aim!!
    A ressaca moral é a pior de todas.

  7. ta na hora do encontro de gajedo…
    eiii manita, eiii catia…tratam de combinarem entre vcs…o encontro do “pito” com a Amy…

    sim sim, …
    “nao é preciso fontez…”
    é sim…ora…e o natal aproxima-se…
    ta na hora…
    encontro de gajedo, isto é, eu nao vou lol, logo n terás problemas Amy😀 lol

    anima-te linda…
    n vivas o passado…mas vive o presente olhando pra o futuro!

    um bj quente, aconchegante do Fontez!

    falemos entao de leite chocolatado quentinho😉

    bjsss pra restantes mosqt.😉

  8. 😦
    Então não lembres!
    Fica só com essas coisas importantes que aprendeste.
    Absinto não presta.
    Bebe-se só até se levitar, depois paramos e qd começamos a aterrar, há que introduzir mais combustivel, para levantar voo uma vez mais.
    E a mais importante, quando se chega a casa, não se faz o menor barulho!😛

    A sério, a ressaca moral é tramada, mas qd a entendemos, ajuda a evitar que mais apareçam!

    Beijokita.

  9. Fontez, o jantar é pitas e não pitos!😀
    E está para sair um dia destes.
    Eu estou a entender-te, tu queres que despachemos este, porque ouviste dizer que o próximo é misto!

  10. Os contornos começam a ficar mais definidos… diria mesmo roliços, ou quem sabe… “idealizei a expressão dele ao vê-la… ele ía gostar… tinha que gostar!”, quem será a criatura fechada no quarto? Será que está lá mesmo alguém?…
    Espero ansiosamente pelo (des)enrolar da acção😉

    Beijos

  11. Cdesag,

    Pois é cara pálida, mas a acção já está a desenrolar, ou enrolar, como queiras. E dentro do quarto, sabes quem está… é o senhor do texto anterior.
    Sim, estou a contar a história para trás!
    No 1º tinhamos um homem que recebia uma mulher, já de casaco aberto, ar felino e boca garrida. Neste eu começo a contar como ela chegou até ele.

    Este teu comentário, fez luz na minha cabeça… acho que ninguém tinha entendido, nem tu, que ando para trás… nem eu, que isso não estava a ser entendido, apesar de saber que não era claro… nem eu queria que fosse!😉

    Beijos!

  12. Ola primota, ola plim, fontez e outros.

    Fico feliz por te ver por aqui plim, estava preocupada contigo ja… a demora foi grande.

    Os dias aqui no alentejo estão a ser bons, pena a agitação que vivo por aqui, mas de resto…

    Venham la as pitas… Ana ja falei com a Marta mt a serio, e esse jantar tem que ser para breve..

    Beijos e boa noite

  13. manita eu bem sei q gostavas q a vitima do vosso terror fosse eu…
    fininha tu és…
    pois
    …😀
    good night manita.
    bjsss pra 3 lindas (mas aterrorizantes lol) mosqt😉

  14. Minhas queridas, ausente só na conversa, mas atenta ao que se falou…

    A melancolia hoje deu cabo do meu dia😉

    Bem, mas quanto ao jantar está mais que combinado… falta é definir uma data. Eu sei, mea culpa, que vos ando a adiar as pitas😛 , mas prometo dar.vos uma resposta assim que arranjar abrigo.

    beijinhos e adormeçam “encostadas” a ele:

  15. Viriato,

    hiiii, menos!😉
    Mas obrigada!

    Beijinhos.

    Meninas e menino, tenham um bom dia e venha de lá a data para as pitas!
    Beijocas aos 3!

  16. A aguardar o desenrolar do conto…

    Uma sugestão: porque não se juntam vocês (Marta e Cátia) e fazem um conto em conjunto? Acho que com a vossa imaginação iria sair uma coisa em grande!!!! Estou a falar a sério.

    Beijinhos

  17. Vnho atrasada mas assim sempre me livro do suspense e leio 2 takes seguidos. Fantástico. Não tenho podido vir como queria martita, circunstâncias da vida.. Vou ler o episódio seguinte😉

  18. M.,

    Espero que essas circuntâncias se resolvam pelo melhor. Sempre.
    Mais um bocadinho e podias ler 3 episódios… bem, tlv fosse demais para um dia só!😛 Era muita emoçom!😉

    Beijo.

  19. Pingback: caçada « conto aqui…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s