milagres

Hoje preciso de colo, que me digas que vai tudo correr bem e me faças dormir. Preciso que me adivinhes, que percebas em mim as maleitas silenciosas e fatais de que te não falo e que as afugentes. Não quero romance, nem flores, nem chocolates, nem danças, imagina tu que hoje nem sequer quero que me faças rir. Preciso apenas de um passe de mágica e de sono, tranquilo, sem sonho nenhum do qual eu possa acordar. Hoje só preciso de fantasia, de acreditar. Embala-me o sono e faz-me acordar uns bons anos mais nova. Não, não penses que o que me atormenta são as rugas ou os quilos ou o cansaço. Não. Quero apenas poder reencontrar-te num capricho do destino e perder-me de amores. Redescobrir-te os traços e reescrever a história. Hoje só preciso de coisas simples, de milagres, de ti!

14 thoughts on “milagres

  1. Existem dias assim.. em que é preciso o aconchego do passado, o colo que outro “eu” que ficou perdido no passado… Existem esses dias… mas felizmente não são todos!
    Muahhh

    ps – não te esqueças de comer o bolo e beber o leite que eu deixei junto à cama…

  2. O bolo esta uma delicia, o leite vou guardar para amanha, tenho medo que não combine bem com a cerveja.😉
    Agora a sério, sim, há dias desses, sabes que sim, mas não hoje, hoje são estórias…

    Beijo enorme criatura pikena.

    (olha la eu passei por ai. Apagaste ou perdeu-se?)

  3. Coisa simples, dizes tu…
    Pequenos (ou grandes) milagres desses só acontecem num determinado tempo e espaço. Mas será que existe o tempo e o espaço? Ou é uma construção nossa para nos tornar a vida simples? (ou complexa)

  4. pode haver coisa mais simples que um milagre?😉
    o tempo e o espaço existem, mas são irrelevantes. esta coisa onde vivemos é redonda e está sempre a girar. é só estarmos atentos à casa de partida e não é um “volte à casa de partida” é um “avance até à casa de partida”…
    quanto à simplicidade, a vida é simples, nós é que não!

  5. Essa historia do “avance até à casa de partida” lembrou-me que eu ia sempre parar à cadeia e ficar 2 vezes sem jogar… ou era uma?

  6. se não gostas de magoas não as provoques, a minha mãezinha sempre me disse que as desculpas não se pedem, evitam-se.
    tu devias ter evitado deixar um jogo de monopólio a meio. e se não foste tu… temos pena, agora é tarde, as coisas nunca mais serão as mesmas!😛

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s