prioridades

Adoro este país. Se por um acaso passar numa obra e um dos trolhas me disser: “ o teu pai deve ser construtor, tens um cu que é obra” (uma obra cada vez maior), eu posso mandar prendê-lo por me sentir assediada. Já se o meu marido me ameaçar de morte, eu devo ficar quietinha à espera, para ver se ele afinal estava na brincadeira.
Gosto! Gosto muito deste pais que se excita com o fim do piropo. Gosto destes políticos cheios de boa vontade e ideias melhores ainda. Bardamerda!

4 thoughts on “prioridades

  1. Esta coisa da liberdade de expressao tem coisas destas, ouvimos coisas que gostamos e outras que nao, e a vida, mas excluindo as devidas excepçoes que ja nao eram permitidas, parece-me, deixa-me por isto de forma agradavel, ESTUPIDO. e enquanto nos preocupamos com isto, em Espanha alguem da a receita para acabar com a violencia domestica, as mulheres serem obedientes e nao pedirem o divorcio. uau!!!

  2. Bem, essa da Espanha não sabia. Parece-me um retrocesso à Idade da Pedra. E uma violação dos direitos humanos, no mínimo…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s