8 de Março

Não gosto particularmente de dias de qualquer coisa, seja o que for o qualquer coisa. Parece-me que não deveríamos ter dias marcados para, todos os dias deveriam ser dias dos que amamos e dias para celebrarmos o que acreditamos. O dia da Mulher não é excepção, de alguma forma considero-o até ofensivo. Que raio, precisar enquanto Mulher de um dia que me celebre, que defenda os meus direitos e a minha diferença (sim diferença, eu não quero ser igual, eu sou única, sou melhor e pior, mas única, em momento algum quis ser igual, eu quero é ter os mesmos direitos, as mesmas oportunidades) para quê?! O dia da Mulher, é um dia que me demonstra não a diferença dentro da justiça, mas a diferença na injustiça, o dia que me recorda o tanto caminho que há ainda por palmilhar até que isso aconteça. O dia que me recorda as Bravas que me antecederam e que tornaram estas minhas palavras, desajeitadas e até ridículas, possíveis. O dia da Mulher é um lembrete de uma afronta, que dificilmente veremos resolvida nos nossos dias, de uma luta longe do fim, de uma guerra feita de muitas batalhas, mas não uma guerra perdida. O dia da Mulher lembra-nos que ainda que possamos morrer sem celebrar vitória, permitiremos num amanhã, que outras vençam e que um dia este 8 de Março seja obsoleto e desprovido de qualquer outra razão que não a histórica.

6 thoughts on “8 de Março

  1. Desde que me mudei para o Brasil, eu descobri uma realidade da qual só ouvia falar: discriminação, preconceito, humilhação, etc. Não que tenha acontecido comigo, mas sem duvida que é uma realidade presente no dia a dia das mulheres brasileiras. Se fores mulher negra entao… podes até ser considerada de uma espécie inferior… Isso é muito grave! O feminismo é algo serio e o qual tem sido uma ferramenta muito importante para lutar pelo minimo. E sim… existe realmente um longo caminho para trilhar…. infelizmente!

  2. E tu estás a falar do Brasil, agora imagina que falávamos de outras culturas, de outras religiões…
    O feminismo está cheio de exageros e de falhas, mas todas as guerras são assim, mesmo do lado dos que lutam pela justiça há enganos, uns dispensáveis, outros imprescindíveis para que possamos alcançar um dia, algures, infelizmente lá muito além dos nossos dias, uma verdadeira justiça, um verdadeiro aceitar das diferenças, não mascarando-as de igualdade, mas sim de aceitação e de justiça. A mulher será sempre mulher, não homem, o branco será sempre branco, o preto será sempre preto, o que é importante não é perdermos quem somos e fingirmo-nos, mascararmo-nos de outros, o que importa é que essas diferenças sejam riqueza, sejam diversidade, sejam beleza, sejam crescimento, sejam indiferentes entre si e ricas na essência.

  3. Concordo perfeitamente com o que dizes… e sim, talvez o Brasil não seja o pior caso mundial, mas estamos a falar de mulheres que são estupradas e culpadas por usarem saia, mulheres que têm medo de sair sós, mulheres que são continuamente assediadas… e que sao crucificadas por defenderem o feminismo enquanto luta de direitos, liberdade de fazer o que se quer porque… sim! Pode nao ser o pior caso do mundo, mas estamos a falar de um país que está dentro do G20…. E isso não deve ser ignorado…

    Esta semana vi um vídeo que me escancarou uma dura realidade: enquanto a mulher branca lutava para ter direitos equiparados ao homem, como o direito ao voto, etc., a mulher negra lutava para ser reconhecida como pessoa… E assim tomei um murro no estomago!

  4. Também concordo contigo, não pode ser ignorado o que se passa, seja em que lugar for. Não conheço a realidade do Brasil, como calculas o que descreves choca-me, agora imagina o que é ser mulher num pais muçulmano…
    Com isto não desvalorizo os abusos cometidos no dito “1º mundo”… não há ainda lugar nenhum em que a Mulher tenha realmente os mesmos direitos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s