claridade

Estamos no fim de Abril, mas lá fora o vendaval ignora que já não é Janeiro. O vento ruge e a chuva grossa açoita as janelas. Até a luz do sol, que se esquece que está na hora de se pôr, está envergonhada, como que sabendo que não pertence ao resto do cenário.

Eu estou como a luz do sol. Perdida algures num cenário que me confunde e que não reconheço. E a claridade que pareço ter, não é luz, é reflexo!

3 thoughts on “claridade

  1. Entendo-te. Muitas vezes a nossa vida, o nosso estar parece-nos pouco real.. Talvez porque queríamos fazer diferente, ser diferente, falar as coisas de forma diferente… Mas não fazemos! Acredito que muitas vezes confundimos o real com o reflexo mas acredito que muitas vezes acontece o inverso tambem… Porque não aceitar que somos um pouco dos dois? Seria tão mais fácil se nos aceitássemos..

  2. Quanto ao cenário.. Podes sempre tentar adapta-lo a tua cena, ao teu jeito.. Pintar de novas cores ou colocar nova mobília… Ou então… Muda-lo por completo e recomeçar…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s