adeus mundo cruel

Venho despedir-me. Não ligo a ninguém porque não tenho voz. Quero apenas que saibam que não foi mauzinho andar por aqui. Não vos deixo nada, porque a única coisa que tenho por estes dias é tosse e se chegar a amanhã, talvez ranho…

Adeus mundo cruel!!!